Palavra do Editor e Indicadores Reunir

Autores

Palavras-chave:

Editorial e Indicadores

Resumo

Palavra do Editor

Caro(a) leitor(a), apresentamos o terceiro volume do ano de 2022. Externo minhas congratulações aos autores que tiveram artigos publicados nesta edição. Gostaria, também, de dizer meu “muito obrigado” ao trabalho prestado pelos avaliadores dos artigos, sem ao empenho destes esta edição não seria possível, muito obrigado pela parceria e empenho em contribuir para o crescimento de nosso periódico.

Gostaria de dar as boas-vindas para novas as editoras associadas Dr.ª Ana Carolina Kruta de Araújo Bispo (Universidade Federal da Paraíba) e Dr.ª Rosana da Rosa Portella Tondolo (Universidade Federal de Pelotas), que irão compor o nosso time nessa jornada. Certamente contribuirão bastante para nossa revista. Obrigado por terem aceitado nosso convite!

Neste número, são publicados sete artigos científico. O primeiro artigo foi escrito por Anderson Betti Frare, Carla Milena Gonçalves Fernandes, Ana Paula Capuano da Cruz e Marco Aurélio Gomes Barbosa. Os pesquisadores buscaram compreender como as organizações tentam se legitimar mediante acontecimentos adversos à imagem. Analisaram estratégias de legitimação organizacional predominam nos relatórios anuais da empresa Natura. S.A., quando a empresa passava por acusações de biopirataria na floresta amazônica.

Os autores Daniel Henrique Dario Capitani e João Victor Farina traçaram uma análise de viabilidade econômica da implementação de um projeto de biodigestão anaeróbica a partir de resíduos da bovinocultura inseridos em sistemas de integração lavoura-pecuária (ILP), voltado à produção de biogás. Na sequência Edimilson Costa Lucas, Adilson Carlos Yoshikuni e Carlos Alberto Di Agustini analisaram a relação causal entre o ISE B3 e o Ibovespa, um dos principais índices do mercado de capitais brasileiro, com o uso dos testes de causalidade de Granger e do modelo autorregressivo vetorial (VAR), além de suporte via decomposição por wavelets.

No quarto artigo, Danrlei Anderson Peyerl, Amanda Pimentel Paes, Janine Patrícia Jost e Adriana Kroenke Hein analisaram a relação causa-efeito entre o desempenho sustentável e o desempenho de mercado de empresas brasileiras listadas na B3, baseando-se na metodologia proposta por Jost (2018). Por sua vez, no quinto artigo, Lauro Vinício de Almeida Lima e Paulo Roberto Nóbrega Cavalcante verificaram nas empresas de capital aberto listadas no Brasil Bolsa Balcão (B3), em uma amostra de 1438 observações, a interferência dos custos transacionais, decorrentes dos incentivos fiscais, na relação entre a variação dos investimentos e o desempenho operacional das empresas.

No sexto artigo, Alexandre Fernandes Monteiro e Rodrigo de Souza Gonçalves indicaram haver relação negativa entre qualidade do social disclosure (QSD) e custo do capital (CK) (Gonçalves et al, 2013) que apontam para a relação ambígua entre CK e assimetria informacional (AI) (Lambert et al 2011; Armstrong et al, 2011) em companhias abertas brasileiras.

O sétimo artigo desta edição dos autores Lúcia Silva Albuquerque de Melo, Marcos Macri Oliveira, Nadege da Silva Dantas e Maria de Fátima Martins mapearam a produção científica internacional sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) na perspectiva de Cidades, através de uma pesquisa exploratória-descritiva e, utilizando VosViewer® e CitNetExplorer®. Fez-se uma análise das redes bibliométricas que caracterizam a produção internacional acerca do tema.

Finalmente, o artigo oito dos autores Ricardo David, Tomás Daniel Menendéz Rodríguez, Osmar Siena e Mariluce Paes-de-Souza analisaram a estrutura da rede de pesquisadores em sustentabilidade e desenvolvimento  sustentável da Amazônia brasileira, formada entre os anos de 2016 a 2020, com base em estudos de redes sociais e com foco em pesquisas publicadas em periódicos da área de estudo das ciências sociais aplicadas.

 Espero que desfrutem dessa nova edição.

Saudações editoriais e acadêmicas.

 

Sousa, PB, 17 de Julho de 2022.

 

José Ribamar Marques de Carvalho, PhD.

Editor chefe REUNIR

 

Indicadores REUNIR (3º trimestre 2022)

 

  • Tempo médio de desk-review das submissões: 20 dias (entre a submissão e a avaliação inicial dos editores se o manuscrito é rejeitado ou segue para avaliação por pares).
  • Taxa de aceitação: 25%
  • Quantidade média de submissões por ano: 102
  • Quantidade média de submissões aceitas por ano: 24
  • Submissões recusadas (rejeição na entrada): 55 – 165 (34/ano)
  • Submissões recusadas (após a avaliação): 369 (34/ano)
  • Submissões publicadas: 274 (26/ano)

 

COPE - Comitê de Ética em Publicações

A REUNIR procura adotar os princípios do COPE - Comitê de Ética em Publicações, disponível em: https://publicationethics.org/guidance/Guidelines.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Ribamar Marques de Carvalho, Universidade Federal de Campina Grande

Pós-Doutor em Ciências Contábeis (PPGCC UNISINOS). Doutor em Recursos Naturais. Mestre em Ciências Contábeis. Professor da Unidade Acadêmica de Ciências Contábeis e Administração. Professor Permanente do Mestrado Profissional em Administração Pública em Rede Nacional - PROFIAP/UFCG.

Downloads

Publicado

2022-10-21

Como Citar

Carvalho, J. R. M. de. (2022). Palavra do Editor e Indicadores Reunir. REUNIR Revista De Administração Contabilidade E Sustentabilidade, 12(3), i-iii. Recuperado de https://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/1490

Edição

Seção

Palavra do Editor e Indicadores REUNIR

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>