REUNIR Revista de Administração Contabilidade e Sustentabilidade https://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc <p>Revista de Administração, Contabilidade e Sustentabilidade</p> <p>Magazine of Administration, Accounting Sciences and Sustainability</p> <p>Revista de Administración, Ciencias Contables y Sostenibilidad</p> <p><strong>A4 Qualis Capes (2017 - 2020)</strong></p> <p> </p> <p><strong>Descrição:</strong></p> <p>A Revista de Administração, Contabilidade e Sustentabilidade foi criada em 2011 e é publicada quadrimestralmente (publicação contínua), podendo publicar edições especiais, da Universidade Federal de Campina Grande, com acesso aberto ao seu conteúdo em texto completo (revisado por pares) online. Registrada sob ISSN 2237-3667 (online).</p> <p><strong>Áreas</strong></p> <p>A revista publica artigos nas seguintes áreas:</p> <p><strong><u>Área de Administração</u></strong><strong> </strong>(Administração da Informação, Administração Pública, Estudos Organizacionais, Ensino e Pesquisa em Administração, Estratégia em Organizações, Finanças, Gestão de Ciência, Tecnologia e Inovação, Gestão de Operações e Logística, Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho e Marketing). </p> <p><strong><u>Área de Ciências Contábeis </u></strong>(Controladoria e Contabilidade Gerencial, Contabilidade para Usuários Externos, Mercados Financeiro, de Crédito e de Capitais, Educação e Pesquisa em Contabilidade, Contabilidade, Sustentabilidade e Organizações). </p> <p><strong><u>Área de Gestão Ambiental e Sustentabilidade </u></strong>(Sistemas de Indicadores de Sustentabilidade, Abordagens e Práticas Sustentáveis, Educação Ambiental, Gestão Ambiental em Organizações, Gestão Socioambiental Setorial, Gestão dos Recursos Naturais, Meio Ambiente e Sociedade). </p> <p>A REUNIR aceita a submissão dos seguintes trabalhos: </p> <ul> <li>Artigo científico</li> <li>Relatos Técnicos - foco em estudos de programas profissionais da área</li> <li>Resenhas de livros</li> </ul> <p>A REUNIR procura adotar os princípios do Comitê de Ética na Publicação (COPE) para publicação acadêmica, no intuito de ser fonte confiável de conhecimento, dados e informações. Através de sua política procura por meio de seu escopo editorial, priorizar trabalhos que explorem temas relevantes para a sociedade. Tem buscado adotar estratégias com temas destacados nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU dentro de sua interface no contexto da Administração, Contabilidade e Gestão Ambiental nos mais variados aspectos sociais, econômicos e ambientais. </p> <p>https://www.reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/about</p> <p> </p> Universidade Federal de Campina Grande pt-BR REUNIR Revista de Administração Contabilidade e Sustentabilidade 2237-3667 <h4>Declaração de Direito Autoral</h4><p>Direitos Autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de ser um periódico de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais, com caráter científico.</p><p>A Revista REUNIR adota Licença <big><span style="font-family: Arial;"><span><span><a href="http://creativecommons.org/licenses/by-nc/3.0/br/" rel="license">Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 3.0 Brasil License</a> ou seu equivalente.</span></span></span></big></p><p> </p> Chamada Especial Competências e Aprendizagem nas Organizações https://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/1816 <p>Com grande satisfação, apresentamos esta chamada especial sobre competências e aprendizagem nas<br>organizações. Reconhecendo a crescente importância desses temas na pesquisa acadêmica e no<br>desenvolvimento profissional, as editoras desta chamada especial, nomeadas em ordem alfabética,<br>uniram seus esforços e suas competências para direcionar o foco dessa chamada para esta área<br>crucial. Nosso impulso para enfrentar esse desafio foi motivado, em primeiro lugar, pela vontade de<br>estimular debates significativos, divulgar pesquisas realizadas em diversas universidades brasileiras,<br>fomentando assim novas redes de pesquisa, e impulsionar o progresso do conhecimento nesse campo<br>vital para a educação e o desenvolvimento humano. Além disso, nossa motivação é reforçada pela<br>nossa experiência e atuação na área de Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho da ANPAD, onde<br>desempenhamos um papel de liderança no tema que é central à nossa chamada especial. Vale ressaltar<br>que nossa atuação em eventos da área inspirou a capa desta edição especial, capturando alguns<br>momentos significativos de interação e debates sobre a temática.</p> Ana Carolina Kruta de Araújo Bispo Cristina Lourenço Ubeda Lana Montezano Copyright (c) 2024 REUNIR Revista de Administração Contabilidade e Sustentabilidade https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2024-04-09 2024-04-09 13 5 i vii 10.18696/reunir.v13i5.1816 Evidências de validade da escala de clima para aprendizagem https://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/1610 <p>Clima para aprendizagem em um contexto organizacional é a percepção compartilhada entre os empregados sobre políticas e práticas organizacionais que têm o objetivo de facilitar, recompensar e apoiar os comportamentos de aprendizagem. O presente estudo teve como objetivo traduzir e adaptar uma medida tridimensional de clima para aprendizagem, bem como avaliar indicadores de validade desse instrumento por meio de Análise Fatorial Exploratória. Após tradução da escala e validação por juízes, o instrumento, em formato eletrônico, foi divulgado em redes sociais e obteve 293 respostas válidas. A análise fatorial demonstrou uma estrutura satisfatória de três fatores, com bons índices de fidedignidade: facilitação da aprendizagem (alpha de Cronbach=0,83); valorização da aprendizagem (alpha de Cronbach=0,90); e evitação de erros (alpha de Cronbach=0,85). As cargas fatoriais variaram entre 0,60 e 0,97. Esses resultados indicam que a escala de Clima para Aprendizagem possui características psicométricas adequadas para seu uso em diagnósticos organizacionais e pesquisas acadêmicas sobre aprendizagem no trabalho. Assim, no campo prático, o uso dessa escala pode contribuir ao fornecer insumos para intervenções que visem a propiciar ambientes organizacionais favoráveis à aprendizagem. Já no âmbito acadêmico, a escala pode ajudar a compreender o fenômeno da aprendizagem dentro de organizações de trabalho por meio de estudos empíricos quantitativos.&nbsp;</p> Clarissa Leão Bonatti Katia Puente-Palacios Copyright (c) 2024 REUNIR Revista de Administração Contabilidade e Sustentabilidade https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2024-04-09 2024-04-09 13 5 1 17 10.18696/reunir.v13i5.1610 Joguei, e agora? Reflexões acerca do potencial de contribuição dos Jogos Sérios no desenvolvimento de competências individuais nas organizações https://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/1694 <p>Uma das alternativas recentes para lidar com a complexidade do desenvolvimento profissional em ambientes organizacionais sujeitos a grandes mudanças e instabilidade tem sido a utilização de jogos sérios. Apesar do aumento na quantidade de estudos sobre o tema, destaca-se uma lacuna: a escassez de pesquisas que analisam os resultados efetivos no desenvolvimento de competências entre os participantes desses jogos. Diante disso, este estudo tem como objetivo analisar a repercussão da aplicação de jogos sérios em processos de treinamento e desenvolvimento profissional. Para atingir esse objetivo, foi realizado um estudo de casos múltiplos, por meio de pesquisa exploratória envolvendo três casos de ações de capacitação com foco no desenvolvimento de competências através do uso de jogos. Os dados foram coletados através de entrevistas semi-estruturadas, pesquisa no site da empresa, análise de vídeos, materiais promocionais e matérias divulgadas na imprensa. Os resultados da pesquisa apontam que, considerando as especificidades dos casos analisados, os jogos sérios podem mobilizar determinados tipos de comportamentos e habilidades entre os participantes. No entanto, a análise dos dados também revela outras contribuições, como a necessidade de métricas qualitativas e quantitativas mais abrangentes para avaliar a efetividade do uso intensivo de jogos sérios no desenvolvimento de competências. Durante o exercício dos jogos sérios, foram observadas competências que não estavam previstas em seu planejamento inicial. Por fim, vale mencionar que a participação nos jogos pode resultar em um aumento da duração da jornada de trabalho dos colaboradores.</p> LETICIA OLIVEIRA DOS OUROS Roberto Lima Ruas Cristiane Drebes Pedron Copyright (c) 2024 REUNIR Revista de Administração Contabilidade e Sustentabilidade https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2024-04-09 2024-04-09 13 5 18 40 10.18696/reunir.v13i5.1694 Feedback no Processo de Aprendizagem: proposta de estruturação e implicações percebidas por estudantes de Administração https://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/1698 <p>O<em> feedback</em> é considerado um elemento importante para o processo de aprendizagem discente. O presente estudo objetiva analisar a contribuição da utilização de <em>feedbacks</em> para o processo de aprendizagem dos estudantes na percepção dos discentes matriculados em disciplinas da graduação em Administração da UFPB, além de descrever a aplicação da estratégia de <em>feedbacks </em>no contexto do curso supracitado, de forma a facilitar sua replicação por outros docentes. A disciplina utiliza <em>feedbacks </em>em três momentos distintos ao longo da sua execução. O estudo, portanto, trata-se de uma pesquisa qualitativa básica fazendo uso de observação participante e análise de relatos extraídos de questionários respondidos pelos discentes. Os resultados da investigação revelam que os alunos tendem a valorizar os <em>feedbacks</em> e os consideram importantes tanto na vida profissional quanto acadêmica. Além disso, entendem que o <em>feedback </em>efetivo deve ser imediato, expresso individualmente, podendo ser oral ou escrito, tornando-se uma prática contínua, clara, objetiva e de qualidade. Ademais, o estudo contribui com a estruturação do processo de<em> feedback</em> enquanto estratégia de ensino, considerando a operacionalização, regras e especificidades a se observar em sua aplicação.</p> Murilo Gabriel da Costa Silva Kátia Virginia Ayres Heudja Santana Varela Ribeiro de Araujo Débora Karyne da Silva Abrantes Copyright (c) 2024 REUNIR Revista de Administração Contabilidade e Sustentabilidade https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2024-04-09 2024-04-09 13 5 41 59 10.18696/reunir.v13i5.1698 Teletrabalho Eficaz: avaliação do desenho instrucional em treinamentos https://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/1683 <p>O objetivo deste trabalho é avaliar a qualidade do Desenho Instrucional (DI) de um programa de treinamentos de habilidades de trabalho em equipes virtuais oferecido por uma organização brasileira do segmento financeiro. O programa foi desenvolvido para atender à demanda de trabalho virtual emergencial na pandemia de Covid-19 e possui 73 horas para adequação ergonômica, assertividade da comunicação e desenvolvimento de empatia, dentre outros. Os dados foram obtidos por meio de fontes secundárias, com a análise dos conteúdos e do ambiente do treinamento virtual. A análise da qualidade foi realizada por 14 especialistas, com o apoio de um roteiro em três rodadas avaliativas e foi considerado o consenso entre os juízes especialistas. Os resultados mostraram que os conteúdos dos treinamentos foram voltados tanto para a equipe, quanto para o indivíduo e foram relevantes para preparar os trabalhadores a dar continuidade aos seus trabalhos a partir de casa. Entretanto,&nbsp; o DI dos treinamentos teve pouca proximidade com a teoria e os princípios instrucionais, o que pode comprometer o potencial para proporcionar a mudança de comportamento nos egressos e alcançar os desempenhos esperados. A partir dos resultados e da literatura de DI, foram apresentadas sugestões que podem orientar gestores e desenhistas instrucionais em futuros treinamentos.</p> Eliane Almeida do Carmo Gardênia da Silva Abbad Vivian dos Santos Miranda Letícia Mara de Lima Meira Copyright (c) 2024 REUNIR Revista de Administração Contabilidade e Sustentabilidade https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2024-04-09 2024-04-09 13 5 60 79 10.18696/reunir.v13i5.1683 Estratégias de Desenvolvimento de Competências Socioemocionais de Estudantes de um Curso de Graduação em Administração https://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/1700 <p>Este artigo objetiva identificar estratégias para o desenvolvimento de competências socioemocionais de estudantes de um curso de graduação em Administração de uma Universidade pública federal localizada no Nordeste do Brasil. A pesquisa é de natureza quantitativa e foi realizada por meio de entrevistas semiestruturadas com oito estudantes. Para a análise dos dados, utilizou-se a análise compreensiva interpretativa. Os resultados revelaram que o desenvolvimento da consciência emocional ocorreu a partir de estratégias voltadas ao autoconhecimento, tais como leituras, terapia, <em>feedback</em> e desenvolvimento do pensamento reflexivo. No autocontrole emocional, as estratégias estão vinculadas à capacidade de gerir emoções a partir da meditação, da reflexão, do humor e da utilização do choro como uma estratégia para lidar com situações estressoras. Já a socialização e a empatia são emoções desenvolvidas a partir das estratégias de consciência emocional e social. Conclui-se que o ambiente universitário é um espaço para o desenvolvimento de competências socioemocionais, e que a educação emocional é uma dimensão relevante para os futuros administradores atuarem no mundo do trabalho e colaborarem não apenas para a gestão das organizações, mas também para a transformação da sociedade, por meio do bem-estar e da promoção de estratégias para a gestão das emoções e o autoconhecimento.</p> Anielson Barbosa da Silva Julia Shimohara Bradaschia Copyright (c) 2024 REUNIR Revista de Administração Contabilidade e Sustentabilidade https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2024-04-09 2024-04-09 13 5 80 100 10.18696/reunir.v13i5.1700 A percepção do professor-gestor sobre capacitação e desenvolvimento de competências gerenciais na UFRN https://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/1693 <p>Sob a luz da Política Nacional de Desenvolvimento de Pessoal da Administração Pública Federal - PNPD e respectivas atualizações, esta pesquisa tem como principal objetivo analisar a percepção do professor-gestor sobre a relevância da capacitação e desenvolvimento de competências gerenciais na sua atuação como gestor na Universidade Federal do Rio Grande do Norte. A metodologia quali-quantitativa combina pesquisa aplicada, descritiva, e levantamento de campo, utilizando a análise documental, a análise de conteúdo e a estatística descritiva para a análise dos resultados. Para a coleta de dados utilizou-se o método de grupo focal e questionário <em>on-line</em>. Os resultados do grupo focal permitiram identificar que a forma como os docentes desenvolvem suas competências ao assumirem cargos de gestão acontece na prática, na vivência do dia a dia, pois existem competências que não podem ser desenvolvidas a partir de capacitações, sendo estas mais efetivas para desenvolver competências técnicas e operacionais. Na percepção da maioria dos professores-gestores, os efeitos e impactos da capacitação, em termos de desenvolvimento de competências gerenciais, ainda não são percebidos na prática.</p> Sabrina Rosa Mendes Marcos Fernando Machado de Medeiros Maria Teresa Pires Costa Copyright (c) 2024 REUNIR Revista de Administração Contabilidade e Sustentabilidade https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2024-04-09 2024-04-09 13 5 101 112 10.18696/reunir.v13i5.1693 Tendências entre Comprometimento Organizacional e Competências Profissionais de enfermeiros, jovens e experientes, durante a pandemia de Covid-19 em Manaus (AM) https://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/1686 <p>O presente artigo teve por objetivo analisar as possíveis correlações entre comprometimento organizacional e as dimensões das competências profissionais de enfermeiros, considerando-se as diferenças geracionais. Para tanto, uma pesquisa de campo descritiva, quantitativa, nos moldes de estudo de caso foi conduzida. Os dados coletados, por meio de questionário, foram submetidos à análise estatística descritiva uni e bivariada para verificar as tendências nas percepções dos enfermeiros Jovens (com 29 anos ou menos) e Experientes (com 30 anos ou mais) sobre comprometimento organizacional e competências profissionais. Os resultados evidenciaram que para os enfermeiros mais experientes todas as correlações foram significativas e positivas. No entanto, para os jovens enfermeiros, as correlações entre comprometimento e as dimensões ética e política das competências profissionais não foram estatisticamente significativas, indicando, portanto, relações mais frágeis entre o comprometimento e as referidas dimensões para esse grupo de profissionais.</p> Jéssica Ferreira Fernandes Thaís Pinto da Rocha Torres Kely César Martins de Paiva Mirian Serrão Vital Copyright (c) 2024 REUNIR Revista de Administração Contabilidade e Sustentabilidade https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2024-04-09 2024-04-09 13 5 113 133 10.18696/reunir.v13i5.1686 Experiências Premiadas de Inovação em Organizações Públicas Brasileiras: práticas organizacionais e relações com competências coletivas https://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/1696 <p>Esta pesquisa foi realizada com o objetivo de analisar as práticas organizacionais relacionadas às competências coletivas que receberam prêmios de inovação em organizações públicas brasileiras. Para tal foi utilizada uma abordagem qualitativa com triangulação de dados obtidos em 14 entrevistas e 19 relatórios referentes às equipes premiadas na categoria 1 do Concurso Inovação no Setor Público entre 2018 e 2022, os quais foram submetidos a análise de conteúdo. Como principais resultados foram identificadas cinco práticas organizacionais relacionadas às competências coletivas enumeradas no modelo validado por Montezano (2021): incentivo à inovação, suporte organizacional, estabelecimento de parcerias, de redes formais e informais e realização de treinamentos e capacitações. Como contribuições teóricas podem ser citadas a identificação de práticas organizacionais associadas às competências coletivas voltadas à inovação e aprofundamento da compreensão quanto ao nível das equipes, pouco contemplado em pesquisas científicas conforme verificado em revisão de literatura. Os resultados desta pesquisa podem subsidiar a adoção de práticas organizacionais associadas ao perfil inovativo, estimular equipes de trabalho a desenvolverem competências inovativas e possibilitar melhor compreensão do desempenho e das competências coletivas nas organizações públicas.</p> Carolina Teixeira de Miranda Lins Wagner Soares Fernandes Santos Copyright (c) 2024 REUNIR Revista de Administração Contabilidade e Sustentabilidade https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2024-04-09 2024-04-09 13 5 134 153 10.18696/reunir.v13i5.1696 Competências digitais no contexto da transformação digital da área de gestão de pessoas da Administração Pública Federal: proposta de modelo conceitual https://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/1708 <p>Este estudo propõe um modelo conceitual para investigar como as Competências Digitais (CDs) dos profissionais de Gestão de Pessoas da Administração Pública Federal afetam a Transformação Digital (TD) da área. O modelo foi construído a partir do Quadro Dinâmico de Referência de Competência Digital para Portugal (QDRDC), além de uma revisão da literatura das publicações mais relevantes relacionadas à TD e às CDs. No modelo observa-se que cinco categorias de CDs: Literacia da Informação, Comunicação e Cidadania, Criação de Conteúdos, Segurança e Privacidade e Desenvolvimento de Soluções se relacionam com o eixo Pessoas no processo de TD, como fatores antecedentes tanto estruturais como culturais, influenciando o sucesso da TD da área de Gestão de Pessoas da APF. Por fim, sinaliza-se a necessidade de novos estudos de ordem teórica e empírica para ampliar a compreensão sobre a temática e sugere-se o modelo como ponto de partida para pesquisas futuras.</p> Érika Rezende Lopes Ramana Guimarães Soares Cinthia Mara Oliveira e Souza Copyright (c) 2024 REUNIR Revista de Administração Contabilidade e Sustentabilidade https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2024-04-09 2024-04-09 13 5 154 173 10.18696/reunir.v13i5.1708 Competências multiníveis dos líderes para transformação digital – uma revisão sistemática da literatura https://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/1651 <p><strong>Resumo: </strong>A transformação digital (TD) substitui as formas de gestão e operação tradicionais das organizações pela adesão de novas tecnologias digitais com enfoque no pensamento estratégico voltado a adaptação das empresas aos novos paradigmas digitais. A TD exige das lideranças competências estratégicas e analíticas que promovam um movimento multinível de interdependência e que agreguem valor econômico e social aos indivíduos e às indústrias. Nesse sentido, o objetivo deste artigo consiste em identificar na literatura as competências das lideranças para a transformação digital das indústrias em nível organizacional, de equipe e individual e caracterizar as publicações da literatura sobre a temática. Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa focada na revisão sistemática da literatura (RSL) de 44 artigos nacionais e internacionais analisados que resultou na identificação de nove competências das lideranças para promover a TD nas indústrias. As competências em nivel organizacional identificadas foram: alinhamento com as estratégias da organização; integrar, reavaliar e promover o desenvolvimento de competências digitais; promover a mudança da cultura organizacional. Em nível de equipe foram: influenciar, conduzir e motivar pessoas; promover iniciativas digitais formando equipes multidisciplinares e multifuncionais; e, em nível individual: adaptação constante na forma de liderar; capacidades multidisciplinares; comunicação clara e objetiva e fluência digital. A identificação destas nove competências auxiliará as organizações na realização do autodiagnóstico de competências multiníveis que revelará a necessidade de desenvolvimento destas lideranças para manter e alavancar a TD nas organizações.</p> Carla Joseandra Dillenburg Cristiane Froehlich Maria Cristina Bohnenberger Copyright (c) 2024 REUNIR Revista de Administração Contabilidade e Sustentabilidade https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0 2024-04-09 2024-04-09 13 5 174 195 10.18696/reunir.v13i5.1651