SEGURANÇA PÚBLICA ESTADUAL BRASILEIRA:

O QUE INFLUENCIA SEU DESEMPENHO?

  • Ronaldo José Rêgo de Araújo Universidade Federal de Campina Grande
  • Francisco Lopes de Freitas Júnior
  • Pablo Eduardo Nikolais Teixeira Bonifácio da Silva
  • Daniel Coutinho Lins
Palavras-chave: Segurança Pública, Estados Brasileiros, Análise Envoltória de Dados

Resumo

O objetivo desse trabalho foi identificar os fatores que influenciam a eficiência dos gastos com segurança nos estados brasileiros, no período de 2011 a 2015. Para isto, foi utilizado o método de Análise Envoltória de Dados (DEA), com o intuito de identificar as características acerca da eficiência dos gastos em segurança pública dos estados brasileiros, por meio da definição de uma fronteira de eficiência. Para isto, utilizou da despesa per capita em segurança pública, como input, e dos quantitativos de homicídios dolosos, latrocínios, crimes violentos letais intencionais – CVLI e estupros, como outcomes. Calculado os scores de eficiência, associou-se esses resultados a outras variáveis para poder entender suas relações: efetivo policial, educação, receitas próprias e quantitativo populacional. Como a segurança pública é de responsabilidade dos estados brasileiros, a amostra resultou em 23 estados da federação, haja vista limitações nos dados. Os principais resultados encontrados revelaram que o melhor desempenho na segurança pública do país foi o da Paraíba, no Nordeste do país, e o pior foi o de Rondônia, na região Norte. Além disso, verificou se que nos estados que apresentam, predominantemente, maior efetivo policial, maiores receitas próprias e maior quantitativo populacional, estes tendem a apresentar melhores índices de eficiência, demonstrando que esses fatores podem ser facilitadores no processo de gestão das políticas de segurança pública.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-09
Como Citar
Araújo, R., Freitas Júnior, F., Silva, P., & Lins, D. (2020). SEGURANÇA PÚBLICA ESTADUAL BRASILEIRA:. REUNIR Revista De Administração Contabilidade E Sustentabilidade, 10(1), 89-99. Recuperado de http://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/889
Seção
Artigos científicos