http://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/issue/feed REUNIR Revista de Administração Contabilidade e Sustentabilidade 2020-03-09T19:15:31-03:00 Dr. José Ribamar Marques de Carvalho revistareunir@gmail.com Open Journal Systems <p>Revista de Administração, Contabilidade e Sustentabilidade</p> <p>Journal of Management, Accounting and Sustainability</p> <p>Revista de Administración, Ciencias Contables y Sostenibilidad</p> http://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/1054 Editorial 2020-03-09T19:15:30-03:00 José Ribamar Marques de Carvalho profribamar@gmail.com <p><strong>Editorial 10(1), 2020&nbsp; &nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;Sousa, PB, 15 de abril de 2020. </strong></p> <p>&nbsp;</p> <p>Caros leitores,</p> <p>&nbsp;</p> <p>A REUNIR: Revista de Administração, Ciências Contábeis e Sustentabilidade apresenta a</p> <p>1ª edição do ano de 2020. Nesta edição estão sendo publicados 7 artigos:</p> <p>&nbsp;</p> <p>&nbsp;</p> <p>Artigo 1: Influência da folga orçamentária e qualidade da informação na performance da inovação de autoria Ilse Maria Beuren, Hugo Dias Amaro e Eduardo Vinícius Bassi Murro</p> <p>&nbsp;</p> <p>Artigo 2: Planejamento e Sustentabilidade em Instituições de Ensino Superior à Luz Dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável de Jacyara Farias Souza Marques, Ângela Veras Santos e Jônica</p> <p>&nbsp;</p> <p>Artigo 3: Educação para a Sustentabilidade no Ensino Superior: um estudo com futuros bacharéis em Administração de Jaqueline Guimarães Santos, Ana Paula Ferreira Alves, Dielly Rodrigues Lopes Florêncio e Charles Evandre Vieira Ferreira</p> <p>&nbsp;</p> <p>Artigo 4: Inovação e sustentabilidade em pequenas empresas: um estudo com participantes do Programa Agentes Locais de Inovação em Rondônia (Brasil) dos autores Váldeson Amaro Lima; Esdras da Silva Costa e Raquel da Silva Pereira</p> <p>&nbsp;</p> <p>Artigo 5: Ética na Administração Pública: uma Análise da Percepção da Comunidade Universitária do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde da Universidade Federal de Campina Grande de Bruno de Araujo Azevedo, Erivaldo Moreira Barbosa e Maria de Fátima Nóbrega Barbosa</p> <p>&nbsp;</p> <p>Artigo 6: Estratégia como prática social para a construção de indicadores no pilar social da sustentabilidade organizacional, Marcia Sierdovski, Silvio Roberto Stefano e Sandra Mara de Andrade.</p> <p>&nbsp;</p> <p>Artigo 7: Segurança Pública Estadual Brasileira: o que influencia o seu desempenho?, dos autores Ronaldo José Rêgo de Araújo, Francisco Lopes de Freitas Júnior, Pablo Eduardo Nikolais Teixeira Bonifácio da Silva e Daniel Coutinho Lins.</p> <p>&nbsp;</p> <p>A equipe da REUNIR deseja a todos uma ótima leitura.</p> <p>&nbsp;</p> <p>&nbsp;</p> <p>Dr. José Ribamar Marques de Carvalho – Editor Chefe</p> <p>Dr. Éneas Dantas da Silva Neto – Editor Adjunto</p> <p>Dr. Fabiano Ferreira Batista – Editor Adjunto</p> 2020-03-09T19:03:20-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/777 INFLUÊNCIA DA FOLGA ORÇAMENTÁRIA E QUALIDADE DA INFORMAÇÃO NA PERFORMANCE DA INOVAÇÃO 2020-03-09T19:15:31-03:00 Ilse Maria Beuren ilse.beuren@gmail.com Hugo Dias Amaro hugo.amaro@pucpr.br Eduardo Vinícius Bassi Murro eduardo.murro@gmail.com Este estudo objetiva verificar a influência da folga orçamentária e da qualidade da informação na <em>performance</em> da inovação de produtos e processos em empresas da indústria de medicamentos e produtos farmacêuticos. Pesquisa de levantamento foi realizada com aplicação de um questionário pautado na pesquisa de Yang, Wang e Cheng (2009). A população da pesquisa compreendeu as 175 empresas da indústria de medicamentos e produtos farmacêuticos listadas no Portal Guia Pharma, e a amostra as 56 respondentes do questionário. Nos dados coletados foi aplicada a técnica de Modelagem de Equações Estruturais. Os resultados apontam que, das hipóteses testadas, somente a qualidade da informação do Sistema de Informações influencia na <em>performance</em> do processo de inovação. Já a variável latente folga orçamentária não apresentou influência estatisticamente significativa. Conclui-se que os resultados assemelham-se com os de Yang, Wang e Cheng (2009), mas a folga orçamentária não se revelou influenciadora do processo de inovação. 2020-03-01T00:00:00-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/1052 PLANEJAMENTO E SUSTENTABILIDADE EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR À LUZ DOS OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL 2020-03-09T19:15:31-03:00 Jacyara Farias Souza Marques jacyfarias@gmail.com Ângela Veras Santos angellavst@hotmail.com Jônica Marques Coura Aragão jonicamca@gmail.com <p>As discussões relativas à sustentabilidade vêm ganhando mais evidência diante da necessidade de conciliação entre desenvolvimento e sustentabilidade. Nesse contexto, as Instituições de Ensino Superior (IES) carecem de uma metodologia de atuação que incorpore as dimensões da sustentabilidade. Este estudo concebe as IES como disseminadoras do conhecimento e com relevante papel na orientação para o desenvolvimento sustentável, e aponta o planejamento estratégico como forte aliado operacional. O objetivo é analisar as atividades acadêmicas, visando verificar de que forma o planejamento estratégico pode contribuir para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Verificou-se componentes curriculares, projetos de pesquisa e ações de extensão, em busca de indícios de sustentabilidade, dimensionando-os quanto às perspectivas ambiental, econômica e social para que, paralelamente à análise da estratégia da IES, se apontasse melhorias para o alinhamento entre planejamento e sustentabilidade. Trata-se de uma pesquisa exploratória e descritiva, de abordagem, predominantemente, qualitativa, viabilizada pelas técnicas bibliográfica e documental e examinada pela técnica de análise de conteúdo. A pesquisa revelou uma IES em evolução, mas estruturada e comprometida com as dimensões da sustentabilidade; um planejamento conscientemente sustentável; e atividades acadêmicas alicerçadas em aspectos tecnológicos, inovadores e com tendência à flexibilização. Destacou-se como sugestão de melhoria a implementação de um sistema de avaliação que utilize indicadores de sustentabilidade, apontando a metodologia do <em>Sustainability Balanced Scorecard </em>como referência.</p> 2020-03-05T17:18:01-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/769 EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE NO ENSINO SUPERIOR: UM ESTUDO COM BACHARÉIS EM ADMINISTRAÇÃO 2020-03-09T19:15:31-03:00 Jaqueline Guimarães Santos jsantos.adm@gmail.com Ana Paula Ferreira Alves anapfalves@gmail.com Dielly Rodrigues Lopes Florêncio diellyrlf@gmail.com Charles Evandre Vieira Ferreira charlesevf@gmail.com <p>A Educação para a Sustentabilidade (EpS) é uma temática que vem ganhando espaço no Ensino Superior. Notadamente em cursos de gestão, uma vez que tais cursos formam, entre outros profissionais, gestores que estarão à frente das organizações e, por conseguinte, serão estes os tomadores de decisões. Desse modo, torna-se importante a integração da sustentabilidade na formação dos bacharéis em administração. Assim, o presente estudo buscou compreender como ocorre a inserção da temática sustentabilidade na formação dos discentes do curso de graduação em Administração da Universidade Federal de Pernambuco – Centro Acadêmico do Agreste (UFPE/CAA), instituição federal de ensino superior localizada no nordeste brasileiro. Para tanto, foi conduzida uma pesquisa de cunho exploratório-descritivo com 64 discentes participantes. A coleta de dados foi realizada por meio da aplicação de questionários. Os principais resultados da pesquisa apontam que os discentes concluintes do curso de Administração da UFPE/CAA entendem a importância da EpS na sua formação, mas consideram que o curso da referida instituição tem dado pouca ênfase a tal temática, o que pode influenciar na atuação do futuro administrador frente aos problemas socioambientais enfrentados pelas organizações.</p><p> </p> 2020-03-05T00:00:00-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/685 INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE EM PEQUENAS EMPRESAS: UM ESTUDO COM PARTICIPANTES DO PROGRAMA AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO EM RONDÔNIA (BRASIL) 2020-03-09T19:15:31-03:00 Váldeson Amaro Lima valdeson.lima@ifro.edu.br Esdras da Silva Costa esdras-dasilva@bol.com.br Raquel da Silva Pereira raquelspereira@uscs.edu.br <p>O presente trabalho se propôs a verificar a relação entre inovação e sustentabilidade, analisando o grau de inovação de pequenas empresas e o desenvolvimento de ações ligadas a sustentabilidade, a partir de uma amostra de 205 empresas participantes do programa Agentes Locais de Inovação, no Estado de Rondônia (Amazônia, Brasil). O método de pesquisa utilizou da abordagem quantitativa e dos procedimentos da pesquisa de levantamento (<em>survey</em>), com coleta de dados por revisão de registros estruturados e tratamento pela aplicação da técnica de regressão linear múltipla utilizando SPSS®. Os resultados indicam que existe uma correlação positiva entre o desenvolvimento das atividades de inovação e a adoção de ações sustentáveis pelas pequenas empresas pesquisadas, sendo as dimensões soluções, oferta, marca e processos, do Radar Inovação, mais influentes sobre a atitude sustentável das empresas.</p> 2020-03-05T19:02:41-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/855 ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: UMA ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DA COMUNIDADE UNIVERSITÁRIA DO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE 2020-03-09T19:15:31-03:00 Bruno de Araujo Azevedo bruno8809@gmail.com Erivaldo Moreira Barbosa mfnobregabarbosa@gmail.com Maria de Fátima Nóbrega Barbosa mfnobregabarbosa@gmail.com <p>Discussões éticas estão presentes em praticamente todos os aspectos da vida humana. Na Administração Pública, são cada vez mais frequentes, em razão da inversão de valores que está posta, na qual os interesses particulares parecem se sobrepor à busca pelo bem comum. Nesse contexto, a presente pesquisa teve como objetivo, analisar a percepção da comunidade universitária do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, da Universidade Federal de Campina Grande, acerca da ética na Administração Pública. Tratou-se de uma pesquisa de campo do tipo exploratório-descritiva, valendo-se do método indutivo, utilizando como sujeitos da pesquisa, as pessoas que compõem o órgão objeto do estudo. Os resultados da pesquisa indicaram uma percepção positiva da população estudada acerca da prestação do serviço público no Centro, bem como a adequação da conduta dos servidores às normas éticas, muito embora tenham revelado um baixo índice de conhecimento acerca do Código de Ética da profissão e da Comissão de Ética setorial. Ao final, foram apresentadas proposições, visando à promoção da ética na Universidade, como por exemplo, a elaboração e distribuição de uma cartilha educativa, realização de seminários abordando a ética na Administração Pública e a criação de uma normatização interna de conduta ética na instituição.</p> 2020-03-07T16:44:24-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/905 RELAÇÃO DA ESTRATÉGIA COMO PRÁTICA SOCIAL PARA A CONSTRUÇÃO DE INDICADORES NO PILAR SOCIAL DA SUSTENTABILIDADE ORGANIZACIONAL 2020-03-09T19:15:31-03:00 Marcia Sierdovski marcia.sier@hotmail.com Silvio Roberto Stefano professor-silvio@hotmail.com Sandra Mara de Andrade prof.sandraandrade@hotmail.com <p>A estratégia como prática social dentro das organizações analisa as rotinas, os comportamentos, os hábitos e os costumes da organização para com as pessoas. Uma carência de estudos foi identificada na definição de indicadores de análise do pilar social, e a importância do estudo, é buscar trazer reflexões de indicadores que podem ser analisados, a partir das práticas sociais realizadas. Assim, o problema de pesquisa investiga: qual a relação da estratégia como prática social para o desenvolvimento de indicadores de análise no pilar social da sustentabilidade organizacional nas 150 melhores empresas para se trabalhar no Brasil? Na qual o objetivo principal de pesquisa foi analisar como a estratégia como prática social pode contribuir para o desenvolvimento de indicadores de análise no pilar social da sustentabilidade organizacional nas 150 melhores empresas para se trabalhar no Brasil. A pesquisa se caracteriza como descritiva, com abordagem quantitativa, e com a coleta de dados realizada por meio de questionários enviados para os colaboradores com uma amostra de 62.803 participantes. Os resultados dos testes estatísticos apontam que a estratégia como prática social na visão dos pesquisados contribui para tornar a vida melhor. Nos testes de correlação de Spearman se comprovou que as variáveis analisadas se apresentam positivas quanto aos seus coeficientes de correlação. As contribuições teóricas e metodológicas do estudo estão direcionadas para a relação positiva que existe entre as práticas sociais e a definição de indicadores no pilar social que realmente analisem a satisfação e bem-estar dos colaboradores.</p> 2020-03-09T17:59:26-03:00 ##submission.copyrightStatement## http://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/889 SEGURANÇA PÚBLICA ESTADUAL BRASILEIRA: 2020-03-09T19:15:31-03:00 Ronaldo José Rêgo de Araújo ronaldojrego@gmail.com Francisco Lopes de Freitas Júnior lopesjrs@hotmail.com Pablo Eduardo Nikolais Teixeira Bonifácio da Silva pabloedu13@hotmail.com Daniel Coutinho Lins daniellins_2012@hotmail.com <p>O objetivo desse trabalho foi identificar os fatores que influenciam a eficiência dos gastos com segurança nos estados brasileiros, no período de 2011 a 2015. Para isto, foi utilizado o método de Análise Envoltória de Dados (DEA), com o intuito de identificar as características acerca da eficiência dos gastos em segurança pública dos estados brasileiros, por meio da definição de uma fronteira de eficiência. Para isto, utilizou da despesa per capita em segurança pública, como input, e dos quantitativos de homicídios dolosos, latrocínios, crimes violentos letais intencionais – CVLI e estupros, como outcomes. Calculado os scores de eficiência, associou-se esses resultados a outras variáveis para poder entender suas relações: efetivo policial, educação, receitas próprias e quantitativo populacional. Como a segurança pública é de responsabilidade dos estados brasileiros, a amostra resultou em 23 estados da federação, haja vista limitações nos dados. Os principais resultados encontrados revelaram que o melhor desempenho na segurança pública do país foi o da Paraíba, no Nordeste do país, e o pior foi o de Rondônia, na região Norte. Além disso, verificou se que nos estados que apresentam, predominantemente, maior efetivo policial, maiores receitas próprias e maior quantitativo populacional, estes tendem a apresentar melhores índices de eficiência, demonstrando que esses fatores podem ser facilitadores no processo de gestão das políticas de segurança pública.</p> 2020-03-09T18:20:53-03:00 ##submission.copyrightStatement##