DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE RELACIONAMENTOS NA CADEIA DE SUPRIMENTO: UM ESTUDO SOB A PERSPECTIVA DA ECONOMIA DOS CUSTOS DE TRANSAÇÃO

  • Karla Katiuscia Nobrega de Almeida Universidade Federal da Paraiba
  • Antônio André Cunha Callado Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da Universidade Federal da Paraíba e Professor da Universidade Federal Rural de Pernambuco.
Palavras-chave: Teoria dos Custos de Transação. Fornecedores. Relatório de Sustentabilidade.

Resumo

O objetivo deste artigo foi analisar, sob a ótica da Teoria dos Custos de Transação, os mecanismos de controle sobre o relacionamento com fornecedores que são divulgados pelas companhias elétricas listadas na BM&FBovespa. Para tanto, analisou-se o conteúdo dos relatórios de sustentabilidade do ano de 2014 de 18 geradoras e transmissoras de energia elétrica listadas na BM&FBovespa, na seção de “relacionamentos com fornecedores”, cujas categorias de análise basearam-se nas exigências do Manual de Contabilidade do Setor Elétrico, versão 2015. Observou-se indícios dos tipos híbrido e hierárquico (bilateral) como estrutura de governança da transação adotada e importância dada à divulgação de ações de monitoramento, o que pode sinalizar o entendimento de mecanismos para preencher as lacunas contratuais e realizar as adaptações necessárias às circunstancias. Ao cotejar esses mecanismos de controle com as práticas de controle gerencial se percebeu coincidência apenas em relação à avaliação de desempenho de fornecedores. 

Biografia do Autor

Karla Katiuscia Nobrega de Almeida, Universidade Federal da Paraiba
Professora Adjunta do Departamento de Finanças e Contabilidade, da Universidade Federal da Paraíba, Campus I
Publicado
2018-05-28
Seção
Artigos científicos